Setor Palotina

Menu

Ciências Biológicas

logo_cfbio11


ESTRUTURA DO CURSO
COLEGIADO POA  COE   NDE   ATIVIDADES FORMATIVAS    PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
   PROFESSORES   GRADE CURRICULAR   PROJETO PEDAGÓGICO  HORÁRIOS/ENSALAMENTO  
CENTRO ACADÊMICO

 

A PROFISSÃO

O principal desafio da humanidade neste momento é o de produzir desenvolvimento e bem-estar às pessoas, preservando recursos para as gerações futuras. Se é necessário minimizar os prejuízos ambientais já causados pela exploração do meio-ambiente, como escassez de água, perda e deterioração do solo, por exemplo, há que pensar sempre no desenvolvimento de forma a atender à demanda de crescimento populacional.

O modelo de desenvolvimento predominante na economia brasileira, dissociado com as questões relacionadas ao meio ambiente é um modelo à gradual extinção. Neste modelo que leva em consideração apenas os benefícios econômicos momentâneos gerados por determinada atividade, desconsidera os impactos causados ao ambiente e seus reflexos à população em geral. Só para se ter um exemplo, dados da ONU apontam que cada dólar empregado em saneamento básico representa quatro dólares economizados na área da saúde.

Nesta óptica, a sociedade requer cada vez mais medidas que viabilizem o crescimento econômico associado ao desenvolvimento social e da qualidade de vida. Esta transformação da sociedade implica em mudanças no modo de produção, transformação, distribuição e gestão dos recursos naturais. Para isso é importante a formação de profissionais capazes de compreender os diversos aspectos envolvidos na questão, que conheçam profundamente a teoria na área das Ciências Biológicas mas que conheçam e saibam operar com ferramentas de gestão de recursos naturais. Sua atuação é fundamental na elaboração e execução de projetos em gestão da biodiversidade, avaliação e gestão de impactos ambientais, recuperação de áreas degradadas, realizar perícias, emitir laudos técnicos, formular e elaborar estudos, projetos ou pesquisas, além de orientar, redigir, assessorar e prestar consultoria, em vários setores da biologia.

A região de Palotina tem se destacado regionalmente por sua aptidão ao agronegócio cuja economia está em desenvolvimento e em franca expansão. Um profissional apto a empregar as melhores técnicas de desenvolvimento sustentável poderá orientar este crescimento para modelo mais estável.

O CURRÍCULO E A FORMAÇÃO

No currículo do curso de Ciências Biológicas (Bacharelado e Licenciatura) a formação do acadêmico é feita por disciplinas obrigatórias, optativas estágio curricular e atividades formativas.

As Disciplinas Obrigatórias estão divididas em núcleo básico responsável pela formação básica e fundamental para a atuação como biólogo e o núcleo específico que engloba disciplinas mais focadas na preparação do profissional para compreender e atuar na área de gestão ambiental. São ao todo 52 disciplinas o que perfaz uma média inferior a 6 disciplinas por semestre.

As Disciplinas Optativas têm o papel de possibilitar ao acadêmico a busca de uma maior especialização na formação em alguma área de seu maior interesse. Das disciplinas optativas oferecidas o acadêmico irá escolher aproximadamente 30%.

O Estágio Curricular deverá ser feito em 300 horas, toda elas num mesmo semestre ou em dois semestres consecutivos, sempre no final do curso. Neste estágio o acadêmico deverá aplicar seus conhecimentos adquiridos e elaborar ao final do estágio uma monografia que será apresentada e defendida.

Parte importante da formação do profissional é a Atividade Formativa que deve ser feita ao longo do curso. Dentre as possíveis atividades formativas estão estágios, iniciação científica, monitorias, participação de congressos técnico-científicos entre outras.

Desta forma acreditamos poder colocar no mercado de trabalho um profissional atual e com grande potencial de crescimento. Sua formação especializada (gestão) calcada sobre formação básica sólida permitirá que este profissional avalie e tome as decisões com base no conhecimento técnico-científico para a escolha das melhores alternativas ou ferramentas de gestão.

MODALIDADES OFERTADAS

O curso oferece a modalidade Bacharelado, que forma um profissional apto a atuar em pesquisa, projetos, análises, perícias, fiscalização, emissão de laudos, pareceres e outros serviços nas áreas de meio ambiente, saúde e biotecnologia; e Licenciatura, formando um profissional apto para atuar na docência de Ciências e Biologia no ensino fundamental, médio e superior, e em atividades correlatas à docência relativas ao ensino formal e informal de Licenciatura Plena. A escolha pela modalidade Bacharelado ou Licenciatura, ou até mesmo ambas, é feita durante o curso

CARACTERÍSTICAS

Duração: 4 anos

Turno: Integral

Vagas: 80 vagas – 40 no primeiro e 40 no segundo semestre*

Local: Setor Palotina – Rua Pioneiro, 2153

COORDENAÇÃO

Coordenador – Prof. Alexandre Leandro Pereira

Vice-coordenador – Profa. Patrícia da Costa Zonetti

Secretaria: de segunda a sexta-feira, das 8:00 às 12:00 horas e 13:00 às 17:00

Contatos: (44) 3211 8530/ PABX: (44) 3211 8500 – e-mail: biopalotina@ufpr.br

Ramais: Prof. Alexandre L. Pereira – ramal 1340

               Profa. Patrícia da Costa Zonetti – ramal 1312

 

Para acessar o manual do aluno – UFPR clique em:

manualdoaluno-20141


Novidades

Modalidade Licenciatura alcança nota máxima na avaliação do MEC

Redes Sociais

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Universidade Federal do Paraná
Setor Palotina
Rua Pioneiro, 2153
CEP: 85950-000 - Palotina (PR)
Fones: +55(44)3211-8500 / 3211-8501
E-mail: campuspalotina@ufpr.br

UFPR no Facebook UFPR no Twitter UFPR no Youtube
Setor de Setor Palotina
Rua Pioneiro, 2153
CEP: 85950-000 - Palotina (PR)
Fones: +55(44)3211-8500 / 3211-8501
E-mail: campuspalotina@ufpr.br

Imagem logomarca da UFPR

©2017 - Universidade Federal do Paraná - Setor Palotina

Desenvolvido em Software Livre e hospedado pelo Centro de Computação Eletrônica da UFPR